, ,

[Caixinha de correio] #4 Maio/Junho - Compras no Submarino e Estante virtual / Presentinho

15:16


Aaaaaaaaahas comprinhas do mês ...  


No mês de Maio recebi um presente super legal do autor Leonardo Barros, que foi um dos seus livros : O maníaco do circo. Leonardo analisou alguns blogueiros e seus respectivos blogs, e eu, ainda bem, tive a alegria de ter sido uma das escolhidas . 

Também no mesmo mês, comprei por um precinho muito agradável, na estante virtual, o livro : O rei do inverno. Que é o primeiro de uma trilogia que trás a história do Rei Arthur , a qual eu sempre tive vontade de conhecer nos mínimos detalhes ( desenho da Disney não conta muito, não é mesmo?).

No finalzinho do mês de Junho adquiri durante uma semana de super promoções do Submarino os livros Coraline (em inglês), O oceano no fim do Caminho, Espíritos de gelo (nacional) e Muncle Trogg v.1 - O menor gigante do mundo .

Go, go, go pras sinopses então ...

O Maníaco do Circo - e o  menino que tinha medo de palhaços


O Maníaco do Circo” aborda o tema da psicopatia, da fobia, e conta a história de Renato, uma criança com personalidade psicopata que, através de sonhos e alucinações, constrói um mundo mítico onde os palhaços são manifestações materiais de um demônio. O garotinho cresceu e se tornou um homicida missionário. Sua missão: tentar purificar as almas possuídas por esse demônio, ou livrar o mundo de sua ameaça. O leitor vai acompanhar a gênese da loucura, a espontaneidade da primeira execução e a necessidade que o psicopata tem de dar continuidade a uma sina mórbida, tão necessária para ele quanto o próprio ar. Até que a história se complica com o aparecimento de um criminoso, apelidado de “Maníaco do Circo”, que assola a cidade, deixando todos perplexos com a sua crueldade. Quem é o Maníaco do Circo? Quem se esconde por trás da maquiagem de palhaço? Esse mistério, somente você poderá desvendar! 

O Rei do Inverno


O Rei do Inverno conta a mais fiel história de Artur, sem os exageros míticos de outras publicações. A partir de fatos, este romance genial retrata o maior de todos os heróis como um poderoso guerreiro britânico, que luta contra os saxões para manter unida a Britânia, no século V, após a saída dos romanos. "O livro traz religião, política, traição, tudo o que mais me interessa," explica Cornwell, que usa a voz ficcional do soldado raso Derfel para ilustrar a vida de Artur. O valoroso soldado cresce dentro do exército do rei e dentro da narrativa de Corwell até se tornar o melhor amigo e conselheiro de Artur na paz e na guerra.


Coraline



No livro, a jovem Coraline acaba de se mudar para um apartamento num prédio antigo. Seus vizinhos são velhinhos excêntricos e amáveis que não conseguem dizer seu nome do jeito certo, mas encorajam sua curiosidade e seu instinto de exploração. Em uma tarde chuvosa, a menina consegue abrir uma porta que sempre estivera trancada na sala de visitas de casa e descobre um caminho para um misterioso apartamento ‘vazio’ no quarto andar do prédio. Para sua surpresa, o apartamento não tem nada de desabitado, e ela fica cara a cara com duas criaturas que afirmam ser seus “outros” pais. Na verdade, aquele parece ser um “outro” mundo mágico atrás da porta. Lá, há brinquedos incríveis e vizinhos que nunca falam seu nome errado. Porém a menina logo percebe que aquele mundo é tão mortal quanto encantador e que terá de usar toda a sua inteligência para derrotar seus adversários.


O oceano no fim do caminho


Foi há quarenta anos, agora ele lembra muito bem. Quando os tempos ficaram difíceis e os pais decidiram que o quarto do alto da escada, que antes era dele, passaria a receber hóspedes. Ele só tinha sete anos. Um dos inquilinos foi o minerador de opala. O homem que certa noite roubou o carro da família e, ali dentro, parado num caminho deserto, cometeu suicídio. O homem cujo ato desesperado despertou forças que jamais deveriam ter sido perturbadas. Forças que não são deste mundo. Um horror primordial, sem controle, que foi libertado e passou a tomar os sonhos e a realidade das pessoas, inclusive os do menino.

Ele sabia que os adultos não conseguiriam — e não deveriam — compreender os eventos que se desdobravam tão perto de casa. Sua família, ingenuamente envolvida e usada na batalha, estava em perigo, e somente o menino era capaz de perceber isso. A responsabilidade inescapável de defender seus entes queridos fez com que ele recorresse à única salvação possível: as três mulheres que moravam no fim do caminho. O lugar onde ele viu seu primeiro oceano.

Espíritos de gelo



Um homem acorda acorrentado com os braços para cima em uma sala escura, com dois torturadores vestidos com detalhes masoquistas ao lado e um interrogador baixinho, vestido com roupas sociais e uma camisa surrada do Black Sabbath. Eles o informam que ele acordou em uma banheira sem um rim e sofreu um choque amnésico, que o impede de lembrar os detalhes. Assim sendo, eles partem do princípio de que outros choques traumáticos podem desbloquear essas memórias, se necessários. E se iniciam as piores partes. O livro faz referências à lenda urbana da banheira de gelo, às lendas ao redor da história do rock’n roll e até às motivações e psicologia ao redor da criação de lendas urbanas.

Muncle Trogg - O menor gigante do mundo


Os gigantes vivem no topo do Monte das Lamentações, escondidos dos humanos que estão lá embaixo. Mas nem todos são realmente grandes. Muncle Trogg, por exemplo, é tão pequeno que acaba virando alvo da zombaria dos outros. Chateado, ele decide descer a montanha e dar uma olhada nos tais Pequenotes, com quem dizem que se parece. E o que Muncle descobre é de fato surpreendente. Um meigo e encantador conto de fadas às avessas, Muncle Trogg: O menor gigante do mundo é o primeiro volume da série protagonizada por Muncle, Emily e o dragão Snarg, que irá arrancar gargalhadas dos jovens leitores. 

Você poderá gostar também de:

14 comentários

  1. Oi, Jéssica!
    Caraca, só livro bom!
    Já li O Rei do Inverno, por enquanto, foi o melhor que li esse ano!
    Também já li Espíritos de Gelo, que foi uma surpresa agradabilíssima! E li também O Oceano no Fim do Caminho e achei muito bom!
    Esse O Maníaco do Circo me chamou a atenção, tenho uma queda por psicopatas!
    =D
    http://osdragoesdefogo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muita gente fala bem pra caramba de O rei do Inverno, to loooouca mesmo pra ler. Já comecei O maníaco do circo e estou gostando bastante *-*

      Excluir
  2. Acompanho o Leonardo Barros no Facebook e soube disso dos livros, que a editora pensou que tinham acabado, mas acharam um pacote com mais livros... fico feliz que você tenha sido uma dos escolhidos. Só mostra todo reconhecimento que você merece.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, o livro foi proveniente desse episódio mesmo. O Leonardo é super gente boa.
      Ooooooooownt, brigada Maria *-------*

      Excluir
  3. Estou querendo Coraline há milênios! Mas quando finalmente achei demorei muito pra comprar e agora já era (eu quero em português).
    Fiquei curiosa com O Maníaco do Circo, eu gosto do tema psicopatia, acho muito interessante.

    http://sobrelivroseletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu comprei o meu por 14 reais no submarino, mas a qualidade das páginas não é boa não. Dá pra ler, tem uns desenhinhos legais e tals, mas é aquele papel jornal estranho. Só que queria taaanto esse livrinho que nem ligo. haha.
      Psicopatia é um tema suuuperinteressante mesmo. Eu gamei nesse livro quando li a sinopse.

      Excluir
  4. Que edição maravilhosa de Coraline, tinha que ser inglês? Duvido muito que tenha essa edição em português. Sempre quis saber mais sobre as histórias do rei Arthur, mas sempre bate um preguiça ... e acabo nunca optando por algum livro que conta realmente algo relacionado a ele. Desejo a você ótimas leituras . Beijos,
    http://miiheomundoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ée, eu não acho que tenha essa versão em português, mas relaxa, não perde muita coisa porque o material do qual o livro é feito, não é tão bom. A capa que é uma graça mesmo.
      Muitíssimo obrigada Yasmim (:

      Excluir
  5. Oi Jéssica!
    Coraline é o meu livro favorito e o filme também
    ainda não li os outros que você citou, mas adorei as resenhas.
    Beijos.

    www.heyserio.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fiquei sabendo por agora que tem o filme também. Preciso assistir *-*
      Beijos

      Excluir
  6. Heeey, grandes aquisições e presentes *-* , eu adoro Neil Gaiman e adquiri recentemente esse livo do Leo Barros também, MUITO BOM, um dos melhores autores brasileiros da atualidade em minha opinião \o\
    bjs

    www.moniitorado.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também acho o Leonardo um escritor muito bom *-*
      Beeijos

      Excluir
  7. Um sonho chamado Neil Gaiman! Não tem como ser mais perfeito. Ótimos livros e que bom que os menciona aqui. ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada flor. To louca pra começar a ler O oceano no fim do caminho.

      Excluir

Instagram Jéssica

Comentários Recentes