, , , ,

[Resenha] O Auto da Compadecida - Ariano Suassuna

21:52


Autora: Ariano Suassuna
Editora: Nova Fronteira
Categoria: Teatro, nacional, comédia
Páginas: 186


O "Auto da Compadecida" consegue o equilíbrio perfeito entre a tradição popular e a elaboração literária ao recriar para o teatro episódios registrados na tradição popular do cordel. É uma peça teatral em forma de Auto em 3 atos, escrita em 1955 pelo autor paraibano Ariano Suassuna. Sendo um drama do Nordeste brasileiro, mescla elementos como a tradição da literatura de cordel, a comédia, traços do barroco católico brasileiro e, ainda, cultura popular e tradições religiosas. Apresenta na escrita traços de linguagem oral [demonstrando, na fala do personagem, sua classe social] e apresenta também regionalismos relativos ao Nordeste. Esta peça projetou Suassuna em todo o país e foi considerada, em 1962, por Sábato Magaldi "o texto mais popular do moderno teatro brasileiro".

Com uma escrita leve, Ariano Suassuna trata de assuntos sérios com muito humor e perspicácia. O auto da Compadecida é um livro que abrange tradições nordestinas e religiosas , e ainda se aprofunda com maestria na natureza do homem.

Esta edição tem uma capa colorida maravilhosa, páginas amarelas claras, letras em tamanho confortável para a leitura e algumas ilustrações.

No livro João grilo e Chicó, dois amigos pobres, ao tentar arranjar um enterro para a cachorra da esposa do padeiro, acabam se enrolando nos maiores imprevistos possíveis, inclusive dar de cara com um temido cangaceiro e enfrentar as consequências do julgamento divino.


Durante a leitura do livro percebe-se o quanto a obra foi bem adaptada para o cinema, apesar de algumas diferenças pequenas entre as duas produções (em relação à quantidade de personagens e algumas falas) , a sensação de familiaridade com o sertão e tudo que o envolve é a mesma.

Concluí a leitura de "O Auto da Compadecida" em apenas algumas horas (talvez nem mesmo uma hora, não cheguei a marcar o tempo) durante uma viagem de ônibus pra outra cidade e não conseguia conter as risadas, mesmo já tendo assistido ao filme. Portanto recomendo muito a todos, a obra está entre meus livros favoritos.


"Não sei, só sei que foi assim."

"Ah promessa desgraçada, ah promessa sem jeito!"









Você poderá gostar também de:

5 comentários

  1. O livro eu ainda não li, mas o filme eu devo ter assistido uma dez vezes.
    Essa edição é mesmo uma graça, bastante convidativa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu assisti muuuuitas vezes também haha *-*

      Excluir
  2. Só assisti a Série =D
    E eu adoro a história

    ResponderExcluir
  3. Só vi o filme e gostei muito, imaginei que o livro fosse bom, mas nem tanto. Bom saber que o filme foi fiel ao livro. Fiquei com mais vontade de ler
    :)
    Bjuxxxxxx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lê sim Poly. O filme vai todo passando na cabeça durante a leitura, curti bastante.

      Beijos

      Excluir

Instagram Jéssica

Comentários Recentes